Site Autárquico - Câmara Municipal de Monchique

6º Festival de Camélias de Monchique

De 15 a 16 de fevereiro de 2020

Embora não se possa falar em longevidade no que toca ao Festival das Camélias, pois o festival vai para a sua 6ª edição pode-se, no entanto, falar na construção e criação de histórias que irão prevalecer por longos anos.

Sendo a Camélia um ícone natural, cultural e patrimonial do concelho não fazia sentido que não existisse um momento em sua homenagem e contemplação. Após 6 anos, existe a certeza e a convicção que Monchique é já uma referência e que reúne em si a distinção de “Jardim do Algarve” e o festival foi e é (mais) um impulsionador deste atributo.

Foi assim que tudo começou: com base no princípio que Monchique tem elementos diferenciadores e únicos e, que seríamos capazes de organizar algo distinto, elegante e digno. Temos a certeza que apaixonámos todos os visitantes, participantes e coleccionadores e é com base nesta premissa que arrancamos para esta 6ª edição.

Em edições anteriores a camélia reuniu as artes e os ofícios. Tivemos performances itinerantes. Tivemos teatro circo. Tivemos apresentações de livros. Concertos. Exposições. E acima de tudo tivemos a satisfação de quem organizou e a contemplação prazerosa de quem nos visitou. 

Este ano o Festival volta a apresenta-se numa dinâmica diferente, desta vez no Largo dos Chorões.

Sendo esta uma referência natural, faz todo o sentido que a temática deste festival seja centrada no ambiente e na sua preservação, um dos temas mais comentados da atualidade.

Sendo assim, a programação inerente ao festival irá transmitir uma mensagem aliada à consciencialização, à informação e à discussão em torno do planeta. Com este mote, o Município de Monchique convida à visita e à participação nesta edição do festival.

Acompanhe-nos nesta viagem! Junte-se a nós nos dias 15 e 16 de fevereiro e contribua para mais uma história de sucesso. Discreto e cheio de vida este festival promete captar a sua atenção e interesse, este ano no Largo dos Chorões.

Vamos ter animação circulante constante. Vamos ter performances e teatros. Vamos manter, claro está, a exposição de camélias, a mostra de artesanato e doçaria”. Vamos manter a Rota das Camélias, este ano numa versão diferente. Vamos receber Viviane, num concerto em homenagem a uma das maiores senhoras da canção francesa, Edith Piaf.

Temas como “La vie en rose“, “Padam Padam“, “Non rien de rien”, “Sous le ciel de Paris”, “Milord” ou “Mon Dieu” entre outros, fazem parte de um alinhamento marcado por histórias de amor e tragédia, um espetáculo repleto de emoção e de algumas surpresas, em que Viviane irá conduzir o público aos longínquos anos 40-50 num ambiente bem parisiense.

Tal como a flor, o próprio festival está em constante mutação e a sua natureza obriga a alterações no seu formato, local e programa. E este ano não será exceção!

Acompanhe-nos nesta viagem! Junte-se a nós nos dias 15 e 16 de fevereiro e contribua para mais uma história de sucesso. Discreto e cheio de vida este festival promete captar a sua atenção e interesse, este ano no Largo dos Chorões. 

Quem ainda não nos visitou, em edições anteriores, lançamos um desafio: parta à descoberta com disponibilidade para a surpresa e para o encantamento. Prometemos o empenho na construção e criação de histórias que irão prevalecer por longos anos, na memória de todos aqueles que decidirem deixar-se apaixonar pela beleza desta maravilhosa flor que facilmente nos transporta para o mundo maravilhoso da cor, da alegria e do romance.

Veja o programa completo aqui