Site Autárquico - Câmara Municipal de Monchique

Igreja Matriz de S. Romão – Alferce

O portal principal e a primitiva imagem do padroeiro, apontam para os fins do séc.XV, princípios do séc. XVI, já seguindo o formulário manuelino.
Integrado num movimento ocorrido em toda a região algarvia no centenário de quinhentos, em que se criaram novas freguesias, também o Alferce se emancipou de Silves e a pequena Ermida tardo-medieval existente no meio do povoado passou a igreja matriz, provavelmente no terceiro quartel do século XVI, tendo-se então renovado a capela-mor, que ostenta a data de 1578 no fecho do arco triunfal.
Merece ser destacado o conjunto de imaginária religiosa existente nos altares e na sacristia deste templo. Para além do primitivo padroeiro, imagem em pedra da época manuelina, as restantes representações escultóricas são em madeira – cinco do período maneirista, uma rococó e três do séc. XIX, já posteriores à implantação do Liberalismo, num período de decadência artística.
A igreja possui nave única e capelas laterais, duas de cada lado, que no séc. XVIII serviam de sede das Confrarias da Senhora do Rosário, da Senhora da Consolação, Almas do Purgatório e Espírito Santo.  
O livro de registos de baptizados foi iniciado em 1673.