Site Autárquico - Câmara Municipal de Monchique

Agricultura, Silvicultura e Pecuária

A estrutura agrária do concelho de Monchique é baseada em explorações de pequena dimensão, de carácter familiar e com um importante papel na auto-suficiência alimentar e financeira dos agregados familiares. Desta forma, a actividade agrícola é, essencialmente, praticada em regime de tempo parcial, complementada com outras actividades.
No concelho de Monchique, destaca-se uma forte produção silvícola (pinheiros e eucaliptos), assente em sistemas de pequenas explorações. Existem ainda algumas manchas de castanheiros e sobreiros, mas já com um menor peso na economia local. Associada a estas explorações, existe também uma produção significativa de mel e de medronho, com o qual se produz um dos produtos mais famosos do Algarve: a Aguardente de Medronho. As batatas, o milho e alguns hortícolas são produzidos em pequenas e muito pequenas unidades, muitas vezes em conjunto com os citrinos e o olival.
A suinicultura intensiva de tipo industrial, mas também extensiva de tipo familiar e subsistência, é claramente uma vocação dos produtores de Monchique.
Complementar à produção intensiva de suínos, existe, também em Monchique, uma importante actividade artesanal de produção de enchidos de muito boa qualidade a partir da criação extensiva do “Porco Preto da Montanheira”.
A apicultura é também uma actividade típica da Serra de Monchique, sendo o “Mel das Serras de Monchique” um produto com denominação de Origem protegida.
O fabrico de Aguardente de Medronho, outro produto de elevada qualidade, específico deste território, é uma actividade tradicional da Serra, que contribui de forma muito significativa para a economia familiar e empresarial.

Trata-se portanto de um território, em que a actividade dos agricultores é globalmente extensiva e, apesar da suinicultura ser, em Monchique (onde se criam mais de 50% dos suínos da região) uma actividade marcadamente intensiva, a bovinicultura e ovinicultura de carne são também extensivas.
Uma vez que na Serra de Monchique a exploração florestal estreme é dominante, a agricultura tem pouca importância relativa. De facto, as explorações agrícolas ocupam somente 13.391 ha num concelho com uma área de 395,8 Km2. A mais importante forma de ocupação de solos agrícolas em Monchique são as pastagens permanentes, indispensáveis à pecuária extensiva, mas ainda assim, a sua relevância face à actividade florestal e à suinicultura é de facto menor.

Contactos